Sem-terras devem desocupar aréa até domingo

05/09/2013
Líderes e membros do movimento sem terra, que ocupam a estrada rural entre os municípios de Cosmorama e Sebastianópolis do Sul, estiveram reunidos na tarde de ontem no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Votuporanga a fim de resolverem um impasse entre prefeito de Cosmorama, Claudinei Monteiro Gil, e membros do MST.
 
A reunião envolvendo as duas partes durou mais duas horas e meia e terminou sem um acordo. “Nada foi resolvido, vamos retornar ao acampamento hoje e decidir o que será feito. Estamos aguardando uma liminar para derrubar a ordem de nossa retirada”, comentou o líder do movimento local, José Roberto Coutinho, o Lula, 52 anos, antes de deixar o local.
 
O pedido de desocupação foi movido pela Prefeitura de Cosmorama, em face à ocupação da estrada. Por se tratar de área pública, não pode ser ocupada. A Polícia Militar esteve presente para prestar apoio e manter a ordem, nenhum incidente foi registrado.
 
Ordem judicial
No último dia 29, oficiais de Justiça e a Polícia Militar estiveram com uma oficial de Justiça no local para cumprir a medida. De barraco em barraco, uma notificação foi entregue informando que o Juiz da Primeira Vara de Tanabi concedeu liminar de reintegração de posse, em favor do município de Cosmorama.
 
Ficou acordado que os sem-terra terão até domingo, 8/9, para desocupar a área. O advogado Marcus Antônio Gianezi, que defende os integrantes do movimento disse que tenta uma liminar para prorrogar o prazo da retirada.
 
“Ontem (terça-feira) protocolei uma liminar para prorrogação do prazo, afim de evitar um conflito e assim vermos qual a melhor solução para os assentados”
De acordo com a notificação, todos os ocupantes deverão deixar o local e retirarem os pertences de forma voluntaria. Caso a ordem não seja obedecida, haverá intervenção da Polícia Militar.
 
Sobre o encontro de ontem, no Centro Judiciário, Gianezi explicou que o grupo sentiu que, com a ordem de retirada gerou danos de ordem moral. “Eles entenderam que tiveram o direito violado e gerou danos de ordem moral. Então foi solicitado indenizações, mas o prefeito não esboçou qualquer tipo de reação”.
 
Acampamento
Criado em maio com 600 pessoas, o acampamento já é o maior do Estado, segundo o Incra.  São 3 mil acampados, segundo os líderes, espalhados em barracas de lona ao longo de 20 quilômetros da estrada de terra que liga Cosmorama a Sebastianópolis do Sul.
 
 
Fonte:  Alex Pelicer ( Jornal A Cidade)


Parceiros

Noticias

den.jpg
Vereadores cobram medidas para combater a dengue
Andressa Aoki andressa@acidadevotuporanga.com.br   A epidemia de dengue tem preocupado os vereadores. Na sessão de ontem, os legisladores apresentaram fotos de criadouros do mosquito Aedes Aegypti na cidade. Buracos de ruas...
nadegas.jpg
Homem leva tiro nas nádegas no Pró-povo
Jociano Garofolo Uma tentativa de homicídio foi registrada na manhã desta segunda-feira (14), no bairro Pró-povo, em Votuporanga. Um homem de 25 anos foi alvejado com um tiro, em uma das travessas do bairro. O motivo seria...
ALIMENT.jpg
Fundo Social repassa 8 toneladas de alimentos a entidades
A páscoa vai ter um gosto especial para 30 entidades assistenciais de Votuporanga. A presidenta do Fundo Social, Juliana Marão, repassou as doações recebidas do 6º Aluno Solidário, “espero que esse ali...
uache.jpg
Eclipse lunar pode ser visto a olho nu na madrugada
Todo o Brasil estará dentro da área de visualização do eclipse lunar total que vai ocorrer durante a madrugada de terça-feira, 15 de abril. O fenômeno poderá ser observado a olho nu, mas se voc&e...
camponti.jpg
Caminhonete capota após colisão com caminhão em Votuporanga
O motorista de uma caminhonete de luxo sofreu ferimentos leves em um acidente com  capotamento na rodovia Euclides da Cunha (SP-320), nesta madrugada (14/4), em Votuporanga.   Foi uma colisão traseira da caminhonete com um...
dise.jpg
Traficantes escondiam cocaína dentro de medidor de energia em Votuporanga
Várias denúncias vinham sendo recebidas pela Especializada, dando conta que no cruzamento entre as ruas das Araras e das Andorinhas no Bairro Pró Povo, ocorria constante tráfico de drogas. Nas investigaç&otil...
Mais Noticias

Ouça Entrevistas

Mais